quarta-feira, 27 de maio de 2015

Erros que causaram os maiores prejuízos da história


Os preços que se pagaram por erros ao longo da História têm sido colossais. Um pequeno engano pode custar centenas de milhões de dólares e, em alguns casos, mesmo bilhões. Conheça os mais dispendiosos fracassos.

Uma das mais antigas marcas de todos os tempos, a Ford cometeu erros. Em 1957, a Ford investiu cerca de 229 milhões de euros no desenvolvimento do modelo Edsel, uma soma que superaria os 900 milhões de euros em valores atuais. O projeto do Edsel não decolou e o carro foi descontinuado, com enorme prejuízo.

elfandarilha© Magic Car Pics/REX

O erro de digitação que em 2003 causou 219 milhões à Mizuho Securities. 
Queria vender ações da J-Com entretanto um trader mudou os números. Era muito mais do que a Mizuho tinha em ações, mas a proposta teve de ser honrada.

elfandarilha© Eugene Hoshiko/AP Photo

Junto com Steve Jobs e Steve Wozniak, Ronald Wayne foi muito importante nos anos de formação da Apple. Temeroso a respeito das experiências passados e cético em relação ao futuro, Wayne vendeu suas ações na Apple por ridículos 700 euros 11 dias depois da formação. Segundo as estimativas, se tivesse mantido os papeis, ele hoje teria 35 bilhões de euros.

elfandarilha© Sothebys/REX

O executivo de banco Toshihide Iguchi converteu uma dívida de 64 mil euros em um rombo de mais de um bilhão de euros para o Daiwa Bank depois de desconsiderar um investimento em papéis da dívida americana em 1983. Ele fugiu e as autoridades americanas demoraram 12 anos para prendê-lo.

elfandarilha
© AP Photo/file

Muitas vezes o erro ou má fé de uma pessoa pode levar à decadência de uma instituição. O especulador Nick Leeson conseguiu fazer isso ao falir o mais antigo banco de investimento do Reino Unido—o Barings Bank—no meio dos anos 1990. As especulações proibidas fizeram-no rico, mas depois acabaram num prejuízo de 219 milhões de euros. Fugiu para Cingapura, mas acabou preso.

elfandarilha© David Crump / Daily Mail /REX

A NASA gastou 114 milhões de euros na Mars Climate Orbiter, que foi originalmente projetada para estudar os fenômenos climáticos de Marte. No entanto, um erro matemático acabou sendo responsável pela perda de contato com a cápsula e sua posterior destruição em 1999.


elfandarilha© JPL NASA/AP Photo

Durante o final do século XIX, o imperador russo, Czar Alexandre II, não viu nada no Alasca além de um pedaço desolado de terra cheio de gelo. Temendo que o Alasca fosse tomado pelos EUA, decidiu entregar o território por 6,5 milhões de euros em março de 1867.

elfandarilha
© Everett Collection/REX

Um casal britânico perdeu uma soma de 165 milhões de euros em 2010. A aposta foi feita por uma mulher, mas seu marido deitou o bilhete no lixo.

elfandarilha© Katherine Balmer/REX

Uma tragédia que ainda tem eco pelo mundo, o desastre nuclear de Chernobyl foi causada por uma falha no equipamento de quatro reatores que saíram de controle durante um teste. No total, o desastre de 1986 custou cerca de 328 mil milhões de euros com toda a limpeza e campos de cultivo perdidos. Em valores atualizados, este prejuízo é de 660 mil milhões.

elfandarilha© Efrem Lukatsky/AP Photo

Nos anos 1970, a empresa Xerox já tinha criado um computador com mouse. No entanto, a firma nunca vendeu a ideia. Cerca de uma década depois, a Xerox convidou Steve Jobs e outros da Apple Inc. a visitarem suas instalações de desenvolvimento em troca de 900 mil euros em ações da Apple. Infelizmente para a Xerox, a Apple usou a ideia e nunca dividiu os lucros, afora aquelas ações cresceram aos 12 milhões.

elfandarilha© AP Photo

Em 2009, James Howell de Newport, Inglaterra, acumulou 7.500 Bitcoins, mas não tinha ideia do quanto valiam em dinheiro vivo. Em 2013, o valor do dinheiro virtual era de 5,5 milhões de euros em 2013. No entanto, para horror de Howell, ele deixou cair uma bebida no drive que continha os Bitcoins e estragou o equipamento, que jogou fora.

elfandarilha© Ethan Miller/Getty Images

No ano de 1998, uma fusão entre a alemã Daimler AG e a americana Chrysler levou à criação da DaimlerChrysler AG, ao custo de cerca de 33 milhões de euros para a primeira. No entanto, as coisas não deram certo, e, em 2007, a DaimlerChrysler vendeu mais de 80% de suas ações da Chrysler por 6,7 mil milhões de euros à Cerberus Capital Management.

elfandarilha© Rex Features

Apostar no mercado de hipotecas pode ser um negócio arriscado e o ex-corretor da Morgan Stanley Howie Hubler amargou as piores consequências. De acordo com vários relatórios, Hubler foi responsabilizado por uma perda de 8,2 milhões de euros da Morgan Stanley. Quase fechou a empresa.

elfandarilha© Stefan Kiefer / imageBROKER/REX

Identificando o potencial da Snapple durante seus primeiros anos, a Quaker comprou a firma por 1,5 bilhões de euros em 1994 com muitos planos para a marca, mas a Quaker teve de vendê-la anos depois por irrisórios 275 milhões de euros.

elfandarilha© SHANNON STAPLETON/Newscom/Reuters

Sem compreender o valor da marca Star Wars, a Fox deu ao produtor direito integral sobre ela. Hoje as estimativas são de que a marca tenha chegado aos 18 mil milhões de euros.

elfandarilha© Michael Tullberg/Getty Images

Erro colossal na compra da Time Warner pela AOL no auge da bolha tecnológica, 150 bilhões de euros. Em 2009 a AOL resolveu dividir a Time Warner sendo as duas avaliadas em 1,6 bilhões e 36 bilhões respectivamente.

elfandarilha© NY Daily News via Getty Images/Getty Images


Publicado originalmente em MSN


* Nos negócios não existem amigos, apenas clientes. - Alexandre Dumas - 


2 comentários:

  1. muito interessante, apesar desses erros terem custado biliões de dólares sempre a algo que se a aprende para não voltar a cometer o mesmo erro. criticotech.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade esse é o tipo de prejuízo que serve de exemplo para todos.

      Obrigada

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.