sábado, 30 de maio de 2015

MVRDV construirá um jardim suspenso em Seul



MVRDV é um escritório de Arquitetura e Urbanismo, fundado em 1993, em Roterdã na Holanda, produz projetos e estudos nas áreas de arquitetura, urbanismo e paisagismo.



O estúdio holandês MVRDV ganhou o concurso de requalificação da rodovia, que passará a ser um jardim suspenso e um parque, com 9661 m2. Os holandeses foram escolhidos pelo governo metropolitano de Seul, capital da República da Coreia, mais conhecida como Coreia do Sul.

A rodovia em questão foi construída em 1970 e fechada em 2009, por razões de segurança. A promessa era de que seria demolida, mas não se concretizou.

Além de servir como passagem pedestre, o projeto prevê que naquele local nasça um autêntico jardim botânico, com 254 espécies diferentes de árvores, arbustos e flores, que organizado segundo o alfabeto coreano constituirá uma livraria em formato de jardim botânico. O jardim será uma passagem de pedestres e ajudará a reduzir o caminho de 25 minutos pelas redondezas da estação de caminhos de ferro para 11 minutos. Simultaneamente prevê-se que gere 1,83 vezes o custo de recuperação e manutenção do segmento da estrada em receitas.

A via construída em 1970 permitia estabelecer a ligação ao mercado Namdaemun, o maior centro de comércio tradicional da região.

Em inspeção feita à estrutura de 17 metros em 2006 concluíram que esta não correspondia aos critérios de segurança e que seria demolida, entretanto após consultas de especialistas e moradores a possibilidade de regeneração para um espaço público de circulação pedestre foi a solução encontrada.

Wini Mass, co-fundador da MVRDV, declarou que "A passagem aérea de Seul vai mudar o cotidiano de muitas pessoas da cidade para melhor". Explica ainda que "Serão agradáveis atalhos através de um oásis verde no seio de todo o trânsito e cimento. É uma volta pelo parque e um dicionário vivo da herança natural da Coreia, que conecta os moradores da cidade com a natureza".

Elevadores e escadas rolantes são algumas das estruturas adicionadas, paralelamente novos jardins satélite serão ramificados.
Outra vertente do projeto é fazer de Seul uma cidade verde e sustentável.



* Pensar em sustentabilidade é pensar na família, no próximo e em você mesmo. - Dijalma Augusto Moura -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.